3 mitos sobre a água alcalina ionizada

Se você já viu ou ouviu alguma coisa sobre a água alcalina ionizada, pode em conjunto ter recebido informações que parecem verdade, mas que são falsas. Por isso vamos esclarecer aqui para você 3 mitos sobre a água alcalina ionizada e finalizar com uma verdade surpreendente.

Mito 1 – Não adianta beber água alcalina ionizada se o estômago é ácido

Segundo Dr. Julio Bergman, médico especialista em dietas alcalinas, toda vez que o estômago recebe uma molécula de um alimento alcalino, ele produz uma molécula ácida para manter o pH ácido do estômago (exatamente como ele deve ser, ácido), mas ao mesmo tempo ele produz uma molécula de bicarbonato alcalino para o sangue que ajuda o corpo a manter o equilíbrio alcalino nas áreas onde ele precisa ser alcalino.

Mito 2 – O sangue pode ficar alcalino se eu beber água alcalina

NÃO! Seu sangue JAMAIS altera o pH, seja acidificando ou alcalinizando. Caso isso ocorra, você estará em sério risco, isso porque o nosso sangue tem um pH levemente alcalino, por volta de 7,45 e o corpo tem meios próprios de manter esse valor. Se você ler ou assistir qualquer propaganda de algum produto que vai alcalinizar o seu sangue, ignore, afinal é só uma frase para tentar vender produtos que não são benéficos para sua saúde.

Mito 3 – Não existem estudos comprovando a eficácia da água alcalina ionizada.

Existem diversos estudos que comprovam a qualidade e os benefícios da água alcalina ionizada. A confusão geralmente acontece por conta da verdade que vamos te apresentar em seguida, leia o próximo parágrafo e clique no link abaixo que vai te redirecionar para um outro artigo com diversos estudos científicos comprovando que a água alcalina ionizada é sim a melhor escolha para o seu corpo.

A VERDADE – Não adianta a água ser apenas alcalina.

Surpreendente, não é mesmo? Mas, só o fato de ser alcalina traz muito pouco ou nenhum benefício real para a sua saúde. Sabe por quê?

Primeiro porque muita coisa pode deixar a água alcalina e, mesmo assim, imprópria para o consumo. Vamos pegar como exemplo o cloro, se você colocar cloro em um copo de água verá que ele ficará extremamente alcalino, mas nem por isso você deve beber uma água clorada. Outro ponto muito levantado é a produção de água alcalina em casa com receitas com bicarbonato, por exemplo, que também não são tão benéficas e podem ser perigosas, afinal você precisa de uma quantidade grande de água todos os dias e a quantidade de bicarbonato para alcalinizar esse volume de água seria extremamente mais alto do que seu corpo pode suportar.

Além de tudo isso, existe o conceito de PRAL, que é o poder alcalinizante da água e sua capacidade de se manter alcalina em todas as situações. Faça um teste, pegue uma água alcalina comum e uma água alcalina com PRAL negativo e coloque nas duas um pouco de ácido, como o vinagre, e veja que a comum volta a ser ácida na mesma hora enquanto a água com PRAL negativo se mantém alcalina.

Saiba tudo sobre o PRAL e porque ele é a evolução da água alcalina, clique aqui!

Assista ao vídeo abaixo e confirme todas as informações deste texto com o Dr. Julio.

Embora exista muita evidência científica sobre qualidade da água, ainda há poucos estudiosos no assunto no Brasil. Para dirimir estas dúvidas e facilitar a vida de quem quer entender mais o assunto Água compilamos centenas de artigos científicos em textos de melhor compreensão. 

Todos Artigos Científicos estão na Área Científica »

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Gostou do texto que leu? Deixe seu comentário abaixo