Dieta Alcalina – Lista de Alimentos Saudáveis

Um dos fatores indispensáveis para a subsistência, assim como a respiração e a manutenção da saúde, por exemplo, é a alimentação.

O que comemos e bebemos é o combustível que nosso corpo usa para fazer tudo funcionar. Esse conjunto chamamos de “dieta”, são as coisas que costumamos consumir.

E você já ouviu falar em dieta alcalina? Quer saber como ela é? Acompanhe o artigo:

O que é e Para Que Serve a Dieta Alcalina?

Antes de mais nada, precisamos explicar o que a palavra “alcalino” quer dizer: algumas palavras têm relação com “alcalino”, assim como “básico” (um sinônimo), “ácido” (o oposto), e “neutro” (está no meio).

Ficou confuso? Tente ver da seguinte forma: existe uma sequência numérica que determina a acidez de alimentos (assim como diversas outras substâncias) chamada pH, já ouviu falar? É uma enumeração que vai de 0 a 14: os alimentos catalogados de 0 a 7 são considerados ácidos, os que ficam no 7 são neutros e os demais, de 7 a 14, são básicos, ou, em outras palavras, alcalinos.

O pH equilibrado é muito importante para o funcionamento geral do corpo e, bom, o pH do corpo humano gira em torno de 7,4, ou seja, é moderadamente alcalino. Entretanto nossa alimentação diária tende a ser bastante ácida (assim como demais hábitos podem acidificar nosso corpo).

O consumo de produtos como cafeína, leite, ovos, álcool, carnes e frios processados, corantes, adoçantes, conservantes, cereais, sódio e alimentos à base de trigo são bastante prejudiciais para o trabalho do organismo.

Outros costumes, sedentarismo, uso desregrado de remédios, estresse em excesso, exposição à poluição e hábito de fumar também acidificam o corpo e são nocivos para a saúde.

Em resumo, a dieta alcalina representa uma alimentação que reestabiliza o pH do corpo para o ideal, diminuindo a acidez.

Como Ter uma Dieta Alcalina?

Uma resposta muito simples pode ser dada aqui: para adotar uma dieta alcalina é preciso, a princípio, eliminar ao máximo os alimentos e hábitos ácidos e prejudiciais. O passo seguinte implica em substituir esses pontos negativos por costumes saudáveis e alcalinos, como a prática de exercícios físicos e o cultivo de pensamentos positivos.

No âmbito da alimentação, existem alimentos específicos que alcalinizam o corpo. Alguns exemplos são:

ervas e temperos frutas feijões gorduras e óleos grãos sem glúten sementes e oleaginosas vegetais
açafrão-da-terra;

canela;

coentro;

gengibre;

manjericão;

abacate;

limão;

melancia;

pera;

tomate;

feijão-branco;

feijão-comum;

grão-de-bico;

azeite de oliva;

óleo de abacate;

óleo de coco;

óleo de linhaça;

amaranto;

aveia;

quinoa;

trigo sarraceno;

amêndoa;

castanha-de-caju;

castanha-do-Brasil;

chia;

semente de abóbora;

alface

batata;

beterraba;

brócolis;

cenoura;

pepino;

pimentão;

Outro fator importantíssimo e indispensável a se considerar ao seguir uma dieta alcalina é a hidratação. O seu corpo precisa de água para que todas as suas funções rodem normalmente. A qualidade da água é uma questão importantíssima nesse aspecto: a água também precisa ser alcalina.

 

Mantenha seu corpo hidratado e saudável e entre em contato conosco para saber mais sobre a sua saúde, temos especialistas prontos para te atender!

E, além dos benefícios da água alcalina para o corpo, confira os demais assuntos que estão no nosso blog!

 

Equipe Habitah

Embora exista muita evidência científica sobre qualidade da água, ainda há poucos estudiosos no assunto no Brasil. Para dirimir estas dúvidas e facilitar a vida de quem quer entender mais o assunto Água compilamos centenas de artigos científicos em textos de melhor compreensão. 

Todos Artigos Científicos estão na Área Científica »

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Gostou do texto que leu? Deixe seu comentário abaixo